Google+

segunda-feira, janeiro 06, 2014

Certas coisas...



Certas coisas parecem nunca envelhecer.

Ou será que nós progredimos devagar demais ?