Google+

domingo, dezembro 22, 2013

Escrito com luz...

Passaredo (Chico Buarque)

A ilustre personagem dessa foto é um Flamingo, no Zoo de São Paulo.
Fotografar é uma experiência muito legal e às vezes, ao encerrar uma "sessão de fotos" percebo que estive o tempo todo em estado alterado de consciência.
Certa vez, ao término de um dia "fotográfico" de oito horas no Zoo de São Paulo percebi que as pernas de alguém estavam a doer e custei um pouco a "cair na real" de que eram as minhas pernas...
Ocasiões há em que só bebo água e o curioso é que não sinto fome ou cansaço; só percebo a sede. Desconfio de que são "meus amigos da Espiritualidade" a cuidar para que eu não me desidrate; não comer nada não é grande problema pois a energia gasta pode ser facilmente reposta.
Em um desses "dias fotográficos" obtive a foto do belo flamingo. Nesse dia eu fiz 960 fotos e aproveitei, talvez, umas 20...
Acho que valeu a pena.