Google+

sábado, junho 07, 2014

Sublime "impermanência"...

O Céu não tem qualquer compromisso com as cores ou com as formas. A cada instante o mesmo Céu muda completamente suas tonalidades, nuvens, claridade ou escuridão. Jamais vi dois "Céus" iguais e fico a imaginar se isso não sinaliza que mudanças são não só necessárias como inevitáveis. Algumas "mudanças" trazem luz e alegria enquanto que outras nos envolvem em sombras e tristeza. Porém, contemplando alguns céus crepusculares (difícil capturar céus madrugadores; a preguiça...a cama gostosa...) cismo que sendo tão fácil e rápida a mudança dos céus, as nossas mudanças também poderiam ser senão mais rápidas e mais fáceis, mais pacíficas e lindas como este céu crepuscular...