Google+

quinta-feira, maio 22, 2014

Sinais de trânsito...moral



O Anjo Mudo
Este novo livro de André Luiz é um manual de trânsito moral. Se no trânsito material das ruas e das estradas o sinal verde tem hora certa de acender-se, no trânsito moral do espírito se pode permanecer sempre certo. Não dependemos, em nosso íntimo, de um sinaleiro exterior, mas da nossa própria vontade. E o sinaleiro da vontade não é manobrado por um guarda, mas por um anjo mudo.

Os críticos do Espiritismo, entre eles alguns espíritas, censuram o livre trânsito das mensagens mediúnicas, sustentando que devíamos acender o farol vermelho para o excesso de mensagens moralizantes. A moral é um freio e por isso mesmo sempre incomodou os que gostam de viver à solta. Mas o freio da moral funciona nos recessos da consciência e uma consciência sem freios é pior que um furacão.
André Luiz é uma permanente resposta a esses críticos. Seus livros não são moralizantes num sentido vulgar, superficial. Suas páginas revelam as engrenagens ocultas da verdadeira moral e nos ensinam a utilizá-las. Em “Sinal Verde” temos uma prova disso. Quem ler este livro com atenção, pesando cada uma de suas frases, meditando cada uma de suas mensagens, verá que estamos diante de um verdadeiro técnico do trânsito moral. Ele não prega, ensina. Não faz sermões, adverte. E sua linguagem é concisa e direta como as flechas do trânsito.
Num de seus muitos ensinos deste livro, encontramos a frase: A humildade é um anjo mudo. E de todo o livro se depreende que é esse anjo o guarda de trânsito de nossas relações no lar, na rua, na oficina ou no escritório, no campo ou no laboratório. É ele, o anjo mudo da humildade, quem mantém sempre aberto o sinal verde da felicidade em nossa passagem pelas ruas e estradas da Terra.

Nesta hora de subversão de todos os valores do espírito e da cultura, quando os guardas de trânsito são obrigados a manter aceso por toda parte o sinal vermelho, André Luiz nos ensina a conservar aberto o sinal verde da esperança e da confiança em Deus, sob as asas protetoras do anjo mudo da humildade.

Silenciemos o mal em nós mesmos e a voz do bem se fará ouvir em toda a Terra.

Pelo Espírito André Luiz
Francisco Cândido Xavier
Nossa gratidão aos caros irmãos de
www. autoresespiritasclassicos.com