Google+

domingo, fevereiro 02, 2014

Hã?


O que eu mais curto na arte abstrata é a liberdade que ela concede à fantasia de quem faz e de quem vê... é quase como contemplar nuvens e criar formas com elas.